Chesfianos aprovam proposta da Eletrobras para o ACT 2018/2019

Depois de várias rodadas de negociação e paralisação de 72h, chesfianos e chesfianas aprovam proposta da Eletrobras para o ACT 2018/2019.

Em assembleia, realizada no dia 25/06, categoria aprova proposta apresentada pela Eletrobras e finaliza a negociação coletiva em torno do ACT 2018/2019. Foram mais de seis rodadas de negociação, 72horas de greve, mobilização e muita luta pela manutenção dos direitos da categoria. “Infelizmente, neste cenário político, nossa luta é pela manutenção dos direitos, e não pelo avanço na valorização do trabalhador”, lamentou o presidente do Senge-PE Fernando Freitas.

Os chesfianos e chesfianas terão reajustes salarial e dos benefícios de 1,69%, retroativo a partir de 01/05/2018 e manutenção das clausulas e benefícios da categoria. “Dentro do contexto atual, de governo averso ao trabalhador, a manutenção dos benefícios foi uma vitória”, declarou o engenheiro eletricista e diretor do Senge-PE Rômulo Vilela.

Outra mudança no ACT foi o parcelamento das férias, de forma a adequá-la à legislação vigente. Agora o período de descanso do trabalhador poderá ser dividido em três períodos, um dos quais não poderá ser inferior a 14 dias.

“A categoria está de parabéns, por manter uma forte mobilização contra a privatização desde meados de 2016 e ainda encarar mais 100 dias de luta por ACT e PLR dignos”, parabeniza o engenheiro eletricista e diretor do Senge-PE Mailson Silva Neto. Para ele, os chesfianos precisam permanecer mobilizados. “Precisamos nos manter focados para disputa do PLR e contra a permanente tentativa do governo de privatização do patrimônio do povo”, afirma.