Engenheiros de Pesca realizam Congresso em Florianópolis

O tema do XX Conbep será “Engenharia: tecnologia e inovação para a pesca e a aquicultura

O XX Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, XX Conbep, será realizado entre os dias 8 e 11 de outubro, em Florianópolis-SC. Com o tema “Engenharia: tecnologia e inovação para a pesca e a aquicultura”, o encontro é o principal fórum nacional de intercâmbio técnico-científico da área e promove espaços de debate e de disseminação de inovações da cadeia produtiva de pesca e da aquicultura, oriundas das Academias e das entidades de pesquisa. Diretores do Senge-PE estarão presentes.

Para o diretor do Senge-PE, Leonardo Sales, em momento de crise política e econômica, a realização do Congresso é estratégica para a categoria. “Perdemos, recentemente, o Ministério da Pesca, que deveria ser o grande indutor da atividade no Brasil. O Conbep é uma oportunidade de ampliar conhecimentos, estabelecer contatos entre colegas e com as empresas e ampliar os horizontes”, disse.

“Neste novo cenário, um dos grandes desafios da engenharia de pesca no Brasil é o aumento da participação na pesca oceânica. Precisamos aumentar nossa cota de captura, mas a falta de investimentos e incentivos do governo impede que o país avance”, afirma Leonardo. Sobre este tema, haverá no evento uma conferência com o professor Dr. Fabio Hazin intitulada “Situação e perspectiva para o desenvolvimento da pesca no Brasil e no mundo”, e uma mesa com o tema “Pesca oceânica: diversidade e estratégias das frotas no Brasil”.

O embaixador da Noruega no Brasil, Mr. Nils Martin Gunneng, realizará uma conferência sobre “Áreas de cooperação potencial em pesca e aquicultura entre o Brasil e a Noruega”. A Noruega tem uma experiência exitosa em pesquisa e tecnologia na produção do pescado, e está se concretizando no Brasil uma parceria com possibilidades de investimentos do país na pesca e aquicultura brasileiras. Durante a conferência, serão debatidos temas como pesquisa marinha e pesqueira, sistema de gestão com sustentabilidade e previsibilidade e o papel do governo no desenvolvimento das atividades.

O Congresso contará com a participação de pesquisadores nacionais e internacionais, professores, estudantes, profissionais, produtores, empresários da cadeia produtiva de pesca e da aquicultura, organizações governamentais e não governamentais. A organização espera cerca de 1.000 congressistas.

Os presentes poderão participar, além da programação oficial, do III WorkShop sobre assistência técnica e extensão pesqueira e aquícola; do Encontro de Estudantes de Engenharia de Pesca e Engenharia de Aquicultura; do Encontro Nacional dos Diretores/Coordenadores dos cursos de engenharia de pesca; e da ExpoCONBEP.

O Conbep é realizado pela Federação Nacional dos Engenheiros de Pesca, FAEP, Associação Brasileira de Engenharia de Pesca, ABEP e as Associações estaduais, AEP’s. Conta com o apoio, entre outros, do Senge-PE e da Fisenge.

Para mais informações clique AQUI.