SENGE-PE intermedia ações entre o Crea-PE e Corpo de Bombeiros

Na última terça-feira, o presidente do Conselho Regional de Engenharia de Pernambuco (Crea-PE), Evandro Alencar, acompanhada por uma comitiva formada pelos conselheiros Maurício Viana e Hermínio Filomeno, pelo chefe de Gabinete Joadson da Silva Santos, pelas assessoras Jurídicas, Ana Rita Falcão e Natália Amorim, pelo gerente de Fiscalização e Processos, Fábio Virgínio, e pelo assessor de Políticas Institucionais, Cristiano Silva visitou o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Manoel Cunha. O encontro, intermediado pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de Pernambuco, Senge-PE, Fernando Freitas, teve como objetivo aproximar as gestões dos dois órgãos, de forma a garantir o trabalho conjunto de ações que são comuns.

O presidente do Crea-PE apresentou o grupo que o acompanhou e disse que a visita serviu, primeiramente, para se apresentar e também para conhecer o gestor do CB. O conselheiro Hermínio Filomeno, também parte da diretoria do Senge-PE, explicou que é interesse de todos os profissionais que compõem o Crea-PE trabalhar em conjunto com CB nas questões afins, principalmente, naquelas que dizem respeito à Segurança do Trabalho. “Sabemos que esse é um aspecto que cada vez mais requer atenção criteriosa e, ao longo do tempo, temos avaliado que as Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) das atividades têm sido aceitas de maneira incompatível com a legislação”, disse o conselheiro.

Também do Corpo de Bombeiros, o engenheiro civil Major Carlos Sales, engenheiro mecânico e de segurança do trabalho Major Erick Aprígio e o engenheiro eletricista e de segurança do trabalho, tenente Antônio Sabino, todos responsáveis pela atividade de análise e aprovação de projetos, falaram de dificuldade de fazer exigências técnicas de uma área que não abrange as obrigações da corporação.

De acordo com os técnicos do Corpo de Bombeiros, muitas vezes “os sucessivos erros é que acabam levando ao acerto”. Para o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Crea-PE, Maurício Viana, os exemplos dados trazem uma questão de desconhecimento e que para minimizar problemas que tenham origem no desconhecimento é necessário promover uma maior integração dos técnicos e da sociedade por meio de cursos e palestras.

Depois de explicar que na sua gestão, o Corpo de Bombeiros tem engenheiros que exercem a atividade de análise técnica, o comandante Manoel Cunha foi elogiado pelo presidente Evandro Alencar. Na opinião do presidente do Crea-PE, a iniciativa contribui para que exista menos erros e maior valorização profissional.

Ainda sobre possíveis parcerias que possam ser realizadas entre o Crea-PE e o CB, o comandante propôs que se fizesse uma pequena pauta dos assuntos que precisam ser corrigidos mais urgentemente para ser discutida numa reunião que ficou marcada para as 10h, da próxima terça-feira (10), na sede do Crea-PE. “precisamos criar uma pauta que nos garanta a discussão de assuntos que possam nos dar condições de criarmos nossas diretrizes”, disse o comandante, acrescentando que “essa reunião é histórica, a partir desse primeiro contato, queremos estar em constante discussão com o Crea-PE para definirmos a melhor maneira de trabalharmos, quero que vocês nos digam o que devemos exigir na hora de aprovarmos os projetos”.

A representação dos engenheiros do CB no plenário do Crea-PE, assinatura de Convênio de Cooperação Técnica e uma agenda de reuniões semanais também foram questões discutidas na reunião. O engenheiro Hermínio F. Silva Neto, representando o SENGE-PE, ressaltou a importância das ações do Sindicato, sendo a instituição Representante legal dos engenheiros do Estado de Pernambuco.

 

Fonte: www.creape.org.br