Trabalhadores/as da CPRM rejeitam proposta patronal

Negociação coletiva segue sem acordo, a próxima reunião será na primeira quinzena de janeiro

Trabalhadores e trabalhadoras da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais de Pernambuco (CPRM-PE) se reuniram, na manhã de hoje (01/11), em Assembleia, na sede da Companhia, para discussão acerca do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) – 2017/2018.

A mesa foi coordenada pelo presidente do Senge-PE, Fernando Freitas, e pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios Derivados do Petróleo de Pernambuco (Sitramico-PE), Valmir Falcão.

Os presentes rejeitaram, mais uma vez, a proposta patronal, considerando-a insuficiente por não contemplar minimamente a pauta de reivindicações dos trabalhadores. Foi aprovado, portanto, acatar a deliberação nacional da categoria, retirada em reunião no Rio de Janeiro-RJ, em 25 de outubro do ano vigente, de não aceitar nenhuma retirada de direito.

As principais reivindicações da categoria são afastamento por doença de aposentados ativos, estabilidade da gestante, normatização de atividades laborais, licença paternidade e liberação para acompanhamento.

As negociações prosseguem, e a próxima reunião acontecerá na primeira quinzena de janeiro de 2018, no Rio de Janeiro.