Nota de repúdio FNU e Informativo CNE

Temos acompanhado atentamente o cenário das privatizações nas empresas públicas e temos nos surpreendido repetidas vezes com os acontecimentos. É o caso da demissão de 120 trabalhadores e trabalhadoras, cerca de 40% do quadro, da empresa Serra Ambiental no Espírito Santo. A FNU – Federação Nacional dos Urbanitários publicou nota de repúdio (acesse aqui). É esse tipo de ação que tememos e para onde apontam as privatizações das empresas do Sistema Eletrobras.

Com relação à opção da direção da Eletrobras ao não diálogo com a representação dos trabalhadores, o CNE – Coletivo Nacional dos Eletricitários publicou um informativo, que compartilhamos aqui, no qual convoca trabalhadores e trabalhadoras a estarem atentos diante das ameaças que o Saco de Maldades da reestruturação apresenta e convoca-os à resistência e à organização junto às entidades, principalmente para orientá-los quanto ao PDI e PAI.

Fica claro, tanto no caso das demissões na Serra Ambiental quanto do Saco de Maldades, o que temos denunciado em nosso informes: a falta da ética e o assédio moral que os trabalhadores e trabalhadoras da Eletrobras vêm sofrendo.

 

NENHUM DIREITO A MENOS!

Uma representação forte se faz com associados unidos e mobilizados!

UNAM-SE A NÓS NA LUTA PELOS NOSSOS DIREITOS, ASSOCIE-SE!

A Diretoria, em 27 de dezembro de 2016.

Associação dos Empregados da Eletrobras – AEEL

 

* Para ler a nota na íntegra e em pdf, acesse: http://aeel.org.br/data/files/Informe_131_16.pdf