ENGENHEIRAS PELO OUTUBRO ROSA: UM MÊS PARA SALVAR VIDAS

14713759_1773099469617777_8335807566639808810_n.png

Você sabia que a maior parte dos casos de câncer de mama é descoberta pelas próprias mulheres? Este é o tipo de câncer mais comum entre mulheres em todo o mundo. No Brasil, são esperados em 2016 cerca de 58 mil novos casos. Apesar disso, se diagnosticado precocemente e tratado de forma adequada, as chances de cura são de até 95%.

O autoexame das mamas, indicado para todas as mulheres, independentemente da idade, é um dos maiores aliados do diagnóstico precoce. É importante lembrar que nem sempre alguma alteração significa a presença de câncer, por isso, é importante procurar uma médica ou um médico para um exame mais aprofundado. A mamografia por rastreamento, exame médico para detectar o câncer de mama em mulheres que não apresentam sintomas, é indicado pelo Ministério da Saúde prioritariamente para aquelas entre 50 e 69 anos, sendo realizado a cada 2 anos. Para as mulheres a partir de 40 anos, o exame é opcional, mas também pode ser feito pelo SUS. Nos casos em que há suspeitas ou alto fator de risco (principalmente histórico na família ou alterações genéticas conhecidas), a mamografia preventiva também é recomendada e deve ser garantida pelos hospitais públicos.

Além do diagnóstico, é essencial PREVENIR o câncer. A campanha Outubro Rosa surgiu, nos anos 1990, justamente para alertar a sociedade sobre essa doença, e principalmente para informar sobre a possibilidade de tratá-la e curá-la. Acontece anualmente, em todo o mundo, disseminando informações, combatendo os mitos e os estigmas sobre o câncer. Faça o autoexame! Caso seja indicado, informe-se sobre onde é possível fazer a mamografia. Converse com as amigas, vizinhas, colegas de trabalho. Juntas somos mais fortes e saudáveis!

#EngenheirasPeloOutubroRosa